Austrália – a nova China

Enquanto que os media portugueses estão entretidos em saber o que o Bolsonaro comeu ao jantar, a Austrália torna-se numa verdadeira ditadura sanitária, mostrando uma brutalidade capaz de fazer corar a China.

https://summit.news/2021/09/22/orange-vests-march-for-third-day-in-melbourne-police-crack-skulls/
Image

Covid IV

Portugal

Em Portugal a quarta vaga esta a definhar, talvez no outono as coisas possam ser diferentes, mas a aposta de António Costa venceu e o alarmismo desmedido do media foi derrotado.

dados 14/8/2021

EUA

OS EUA também parecem estar a atingir o pico desta nova variante.

Nova Zelândia

Esse paraíso liberal liderado por uma mulher:

Surprise overseas sees media report on NZ's lockdown 'after a single case  is reported' | RNZ News

Covid III

Portugal

António Costa por força das eleições teve de alivar as restrições de forma que para alem dos relatórios diários e um ou outro artigo covideiro a pandemia está suspensa nos media.

De facto o Publico consegue publicar a noticia (alarmista) de que a variante Delta se propaga como varicela ao mesmo tempo que os jovens enchiam o Bairro Alto em Lisboa.

Porque esta notica e alarmista? Porque a propria Casa Branca o diz

https://edition.cnn.com/2021/07/30/media/variant-media-coverage-white-house/index.html

Mas efetivamente a pandemia em Portugal vai deixar o tom grave que tinha, nada de variantes deltas ou indianas a fazer capas de jornais porque o PS tem de ganhar as eleições autárquicas.

Alemanha

Austrália

A Austrália virou um estado fascista em que os militares foram chamados para as rua para impor o confinamento em cidades como Sidney.

As autoridades australianas convocaram militares para ocupar partes de Sydney e fazer cumprir o mais recente bloqueio draconiano de COVID-19.

Centenas de militares serão convocados para patrulhar a maior cidade do país, apesar dos casos de coronavírus permanecerem na casa das centenas por dia, muito menos do que outras nações desenvolvidas como o Reino Unido, que suspenderam algumas das restrições. Resta saber se as tropas serão usadas para policiar os manifestantes, centenas de milhares dos quais foram às ruas de grandes cidades no último fim de semana para protestar contra as medidas.

As pessoas em New South Wales estão basicamente sob a forma mais draconiana de bloqueio, onde só podem sair de casa para trabalhar, fazer exercícios e se alimentar e não podem se aventurar a mais de 3 milhas de onde moram. O uso de máscaras em ambientes fechados e ao ar livre é novamente obrigatório, já que o país segue uma política bizarra e inatingível de ‘zero COVID’ que levou ao bloqueio de cidades inteiras após a descoberta de apenas uma única infecção.

Como destacamos anteriormente, os australianos foram colocados sob um dos bloqueios mais autoritários de qualquer grande país desenvolvido. Uma mulher grávida foi presa em sua própria casa por planejar um protesto anti-lockdown no Facebook, enquanto o estado também se deu o poder de apreender as crianças de seus pais e entrar em casa sem um mandado de acordo com as regras do COVID-19.

O diretor de saúde de New South Wales chegou ao ponto de dizer aos australianos que eles não deveriam “se envolver em conversas”, mesmo se estivessem usando máscaras, para reduzir a transmissão de COVID. O parlamentar australiano Frank Pangallo também afirmou recentemente que as pessoas não vacinadas “precisarão ser controladas e restringidas” pelas autoridades.

https://summit.news/2021/07/29/australia-calls-in-military-to-enforce-lockdown/

Os militares estão na rua e a policia vigia a população num verdadeiro cenário distópico próprio de uma pais como a China ou Coreia do Norte.

Covid II

Por toda a Europa neste fim de semana houve inúmeras manifestações contra o certificados verdes ou a segregação de cidadãos vacinados e não vacinados, mas mais uma vez, os media viram os olhos.

Paris

Fonte: Telegram

Nápoles

Fonte: Telegram

Alemanha

Enquanto que na Austrália, num cenários distópico o exército foi chamado para controlar os confinamentos.

https://www.dw.com/en/coronavirus-digest-sydney-brings-in-army-to-enforce-lockdown/a-58700101

O autor deste Blog foi vacinado contra o Covid19 e aconselha os seus leitores, particularmente os dos grupos mais vulneráveis, a serem vacinados.

Covid I

Uma questão de perspetiva

Boris Johnson declara o dia de liberdade, ou fim da maioria das restrições relativas ao Covid no dia 20 de Julho e a impresa cai-lhe toda em cima.

E surpreendentemente houve uma descida no numero de casos novos casos diários, apesar desse facto ser ocultado pela maioria dos media.

Mas acontece que em Portugal face a incapacidade da economia suportar a atuais restrições e também o facto das eleições autárquicas estarem próximas, António Costa chuta a Covid para canto de anuncia um dia da liberdade português, tudo com base na ciência.

Como se trata de um primeiro-ministro socialista os jornais foram muito mais tímidos nas duas criticas, pouco se ouviu falar sobre negacionismo ou desresponsabilização, e tal como no UK em Portugal a 4 vaga esta perder gás.

Mas isto não impede os media de suportarem a narrativas que a uma potencial vaga com a variante indiana/delta do Covid e o fim do mundo mesmo com a maioria da população estar vacinada.

https://observador.pt/2021/07/31/a-guerra-mudou-cdc-avisa-que-variante-delta-e-tao-contagiosa-como-a-varicela/

Portanto, ou António Costa é um negacionista genocida ou a crise do Covid e uma narrativa que se pode adaptar a qualquer gosto, talvez o problema seja dos mesmo dos leitores que ainda acreditam na veracidade dos media.

O autor deste Blog foi vacinado contra o Covid19 e aconselha os seus leitores, particularmente os dos grupos mais vulneráveis, a serem vacinados.

India e o Covid

A India esta debaixo dos holofotes da imprensa

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-56900334

Será que depois dos EUA e do Brasil, a India e o alvo da “Imprensa livre” no capitulo do COVID?

Existe de facto um grande agravamento no numero de casos e de mortes por Covid na India nas ultima semanas.

https://www.worldometers.info/coronavirus/country/india/
https://www.worldometers.info/coronavirus/country/india/

Por outro lado, tal como em outras ocasiões existe um grande parece haver um grande sensionalismo por parte dos média e uma grande tentação em deturpar a verdade.

Não se poder negar que a India enfrente uma seria crise, mas parece que mais uma vez a situação esta a ser descrita de uma forma mais negra do que ele realmente é, pelo beneficio de criar mais clicks mas também para fins políticos já que o presidente da India não e o mais bem amado das hostes ocidentais.

Reportagem Vlog

Londres – Unite for Freedom

Britânicos enchem as ruas de Londres em prol da liberdade, contra a restrições da luta contra COVID

fonte: https://t.me/TommyRobinsonNews
fonte: https://t.me/TommyRobinsonNews
fonte: https://t.me/TommyRobinsonNews

Média ignoram

Como de costume, os média quando não ignoram totalmente a noticia, alteram os factos .

https://www.express.co.uk/news/uk/1427536/london-news-protest-oxford-street-vaccine-passport-lockdown-police-breaking-news
https://www.standard.co.uk/news/uk/london-protest-covid-vaccine-passports-lockdown-b931542.html

A BBC não faz nenhuma referência a manifestação na sua primeira página, aquele que deveria ser o serviço de informação publica do UK.

Nos jornais de Portugal nem uma referência.

Vacinas e a UE 2

Quanto tempo mais vai durar a impunidade e incompetência da UE relativo ao programa de aquisição de vacinas?

Biden num conferência de imprensa que ocorreu na semana passada afirmou que pretende começar a vacinar a população em geral a partir de um de maio para aliviar as restrições a partir de 4 Julho.

https://observador.pt/2021/03/12/joe-biden-espera-regresso-a-normalidade-ate-4-de-julho-com-todos-os-adultos-a-poderem-ser-vacinados-a-partir-de-1-de-maio/

Para isto parece não haver dúvidas sobre a importância da operação Warp Speed, o esforço por parte da administração Trump para desenvolver e disponibilizar um conjunto de vacinas para o Covid19.

https://www.politico.com/news/2021/03/11/slavitt-trump-operation-warp-speed-475310

Mas e na Europa? Na primeira parte falamos sobre a incapacidade da Comissão Europeia em fornecer as vacinas aos estados membros.

Esta semana surgiram mais noticias que afirmam a incapacidade da comissão Europeia de concretizar o objectivos que tão voluntariamente se dispôs a cumprir.

Em primeiro lugar parece que as vacinas não são tão seguras quanto todos apregoam.

https://observador.pt/2021/03/11/vacina-da-astrazeneca-suspensa-em-pelo-menos-oito-paises-europeus/

Um conjunto de países membros pede uma reunião de urgência para discutir a formo como as vacinas estão a ser distribuídas no espaço europeu.

Áustria, República Checa, Eslovénia, Bulgária e Letónia pediram uma reunião “o mais rápido possível” entre os 27 da União Europeia (UE) sobre as disparidades na distribuição de vacinas, de acordo com uma carta hoje publicada.

https://observador.pt/2021/03/13/cinco-paises-da-ue-pedem-reuniao-urgente-sobre-desigual-reparticao-de-vacinas/

E humilhação das humilhações, Itália decide produzir a vacina russa mesmo apesar da mesma não ter sido ainda autorizada pelas agencias europeias.

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/ue-volta-a-ser-ultrapassada-italia-vai-produzir-vacina-russa-sputnik-v_n1303041

E difícil descrever esta iniciativa da comissão Europeia sem utilizar palavras como incompetência, falhanço, vergonha mas aquilo que seria um escândalo sobre a gestão de Trump ou Bolsonaro é apenas um pormenor no reinos de Bruxelas.

Vacinas e a UE

Já alguém explicou porque a estratégia de vacinação da UE falhou?

Nos últimos meses de 2020 a imprensa não se cansou de reportar todos os dias a impreparação e inépcia da resposta da administração de Trump e de Boris a crise do Covid, porem as campanhas de vacinação dos EUA e no UK quase não tem paralelo, enquanto que na UE a comissão procura desculpas.

A BBC tem um artigo a apontar alguns dos problemas com a aquisição de vacinas pela UE:

https://www.bbc.com/news/explainers-52380823

A compra de vacinas pela UE era para ser a grande prova que a União Europeia é um mecanismo de sobrevivência no âmbito de um caos global, expor a eficiência e capacidade do comissão europeia perante o avanço do populismo e dos amargos do Brexit.

Mas tal como na gestão dos primeiro meses da crise apenas a UE mostrou que não e mais do que uma organização de burocratas quem qualquer tipo de competência ou capacidade de governação.

Ursula falha a sua primeiro prova de fogo.

E quem o diz, é alguém insuspeito, o Jornal Publico relata o descontentamento dos pais membros com o falhanço da programa comum de aquisição de vacinas.

https://www.publico.pt/2021/03/05/mundo/noticia/criticas-sobem-tom-comissao-insiste-estrategia-vacinacao-nao-risco-1953299

A aposta de Ursula falhou e mostrou as deficiências e incapacidades de uma UE demasiado lenta a reagir aos eventos, mais uma vez os países membros vêm-se obrigados a resolver as coisas por si mesmos.

No inico da crise do Covid a UE recusou-se a fechar as fronteiras.

Num aspeto positivo, a campanha de vacinação em Portugal parece esta a decorrer bem apesar dos percalços iniciais.

https://www.publico.pt/interactivo/vacina-covid-19

Covid na Austrália

As medidas na Austrália para combater o Covid têm sido no mínimo controversas especialmente relativo a mulheres.

Agosto, 2020

Mulher brutalmente detida pela policia quando acompanhada pela filha.

https://www.dailymail.co.uk/news/article-8597617/Confronting-moment-woman-tackled-ground-handcuffed-police-screams-terror.html

Setembro, 2020

Mulher gravida detida por tentar organizar um protesto anti-lockdow,

https://www.abc.net.au/news/2020-09-03/coronavirus-lockdown-protest-facebook-arrest/12624318

Outubro, 2020

Mulher gravida detida na praia porque alegadamente ultrapassou a barreira a zona de 5km de livre circulação.

https://www.rt.com/news/502490-australia-pregnant-woman-arrest-beach/

Human Rigth Watch

A situacao e tão grave própria Human Rigth Watch veio a publico denunciar abusos da policia

Australia: Harsh Police Response During Covid-19

Corona Virus – Espanha

Actualmente o numero de novos infectados em Espanha e muito superior aos da primavera, todavia o numero de mortos e substancialmente inferior.

No primeiro caso o gráfico do numero de mortos espelhava a gráfico de novos casos, actualmente os números estao a crescer mas de uma forma muito mais contida.

O que tera mudado?

Covid Update 12/9 – EU

Nota: Espanha, Suecia, e Holanda nao fornecem dados sobre casos activos.

Nota: Espanha, Suecia, e Holanda nao fornecem dados sobre casos activos.

ref: https://www.worldometers.info/coronavirus/

data: 12/09/2020

Milagre Português II

Quando passas 3 meses a criticar as politicas de Donald Trump no combate ao Covid e depois chegas a conclusão que o Costa e Cª não lhe fica atrás.