Os outros racismos

Os media ocidentais são muito proficientes na sua luta contra o racismo e discriminação, poucos são em que não temos artigos de choque e indignação por algum acontecimento menos relevante.

Algumas más línguas dirão que este é apenas uma das formas que a esquerda Woke adoptou para controlar o discurso publico e que pouco contribui para a luta contra o preconceito ou o bem estar das relações inter-raciais.

A luta da esquerda contra o racismo e xenofobia e apenas uma ação de propaganda e que essa mesma esquerda progressista e liberal e tão ou mais racista que os restantes elementos da sociedade.

Vamos a alguns exemplos:

#1 – EUA – Mulher negra expõem o cinismo

Os antifa , os tal que segundo Biden não existem, atacam grupos cristão em Portland e pasme-se, apesar da suas tshirts e dos hinos que cantam aos “Black Lives Matters” pouco se importam pelos negros, quando estes estão no outro lado da barricada.

#2 – EUA – Larry Elder candidato a governador da Califórnia

Larry Elder um negro na corrida para o cargo de governador da Califórnia, na era dos Black Lives Matter poderíamos pensar que um negro candidato a um dos mais importantes estados dos EUA varia a capa dos jornais como um símbolo pela igualdade de oportunidades.

Mas acontece que Larry Elder e republicano e as capas de jornais que temos são propaganda racista de um jornal dito progressista e de esquerda.

Actual LA Times Headline: “Larry Elder is the Black Face of White  Supremacy. You've Been Warned” – Yala News Agency

#3 Oxford – presidentes da assoc. estudantes obrigada a demitir-se

Rashmi Samant, indiana de 22 anos foi obrigada a demitir-se da presidência da associação de estudantes de Oxford, tendo sido a primeira pessoa dessa nacionalidade a exercer cargo, depois de ter sido alvo de cyberbulling quando alguns posts do twitter que terá publicado no passado foram tornado públicos.

https://indianexpress.com/article/india/no-one-was-ready-to-listen-to-me-udupi-22-yr-old-forced-to-quit-as-oxford-students-union-president-7224598/

Na esquerda woke no seguimento da tradição marxista não existe espaço para compreensão ou desalinhamentos, é uma guerra cultural fratricida em que vale tudo contra os inimigos.

[Woke Wars] Mundo Palhaço I

This image has an empty alt attribute; its file name is image-16.png

#1 – (EUA )Pedras são racistas

That's it folks, big rock is racist now - Titter Fun

#2 – (Escócia) Crianças de 4 anos podem escolher o género

#3 – (PT) Caravelas são um símbolo de racismo

Padrão dos descobrimentos vandalizado por causa da sua ligação ao colonismo.

Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, vandalizado com mensagem em inglês –  Observador

#4 – Colonismo …

O que e é uma coisa má, a não ser que seja no Afeganistão, então ai é uma obrigação dos países ocidentais manterem a segurança da população local.

Talibãs matam no Afeganistão parente de jornalista de TV alemã | Mundo | G1
Racista
s Pahhh !!!

Covid IV

Portugal

Em Portugal a quarta vaga esta a definhar, talvez no outono as coisas possam ser diferentes, mas a aposta de António Costa venceu e o alarmismo desmedido do media foi derrotado.

dados 14/8/2021

EUA

OS EUA também parecem estar a atingir o pico desta nova variante.

Nova Zelândia

Esse paraíso liberal liderado por uma mulher:

Surprise overseas sees media report on NZ's lockdown 'after a single case  is reported' | RNZ News

Observador

Dizem que o Observador e um jornal da direita..

https://observador.pt/2021/08/11/plano-de-combate-ao-racismo-teve-apoio-de-grande-maioria-na-consulta-publica/

Conseguem ilustrar uma noticia sobre um plano contra o “racismo” com uma foto de manifestação do Chega.

Jornalismo ativistas no seu melhor.

Covid III

Portugal

António Costa por força das eleições teve de alivar as restrições de forma que para alem dos relatórios diários e um ou outro artigo covideiro a pandemia está suspensa nos media.

De facto o Publico consegue publicar a noticia (alarmista) de que a variante Delta se propaga como varicela ao mesmo tempo que os jovens enchiam o Bairro Alto em Lisboa.

Porque esta notica e alarmista? Porque a propria Casa Branca o diz

https://edition.cnn.com/2021/07/30/media/variant-media-coverage-white-house/index.html

Mas efetivamente a pandemia em Portugal vai deixar o tom grave que tinha, nada de variantes deltas ou indianas a fazer capas de jornais porque o PS tem de ganhar as eleições autárquicas.

Alemanha

Austrália

A Austrália virou um estado fascista em que os militares foram chamados para as rua para impor o confinamento em cidades como Sidney.

As autoridades australianas convocaram militares para ocupar partes de Sydney e fazer cumprir o mais recente bloqueio draconiano de COVID-19.

Centenas de militares serão convocados para patrulhar a maior cidade do país, apesar dos casos de coronavírus permanecerem na casa das centenas por dia, muito menos do que outras nações desenvolvidas como o Reino Unido, que suspenderam algumas das restrições. Resta saber se as tropas serão usadas para policiar os manifestantes, centenas de milhares dos quais foram às ruas de grandes cidades no último fim de semana para protestar contra as medidas.

As pessoas em New South Wales estão basicamente sob a forma mais draconiana de bloqueio, onde só podem sair de casa para trabalhar, fazer exercícios e se alimentar e não podem se aventurar a mais de 3 milhas de onde moram. O uso de máscaras em ambientes fechados e ao ar livre é novamente obrigatório, já que o país segue uma política bizarra e inatingível de ‘zero COVID’ que levou ao bloqueio de cidades inteiras após a descoberta de apenas uma única infecção.

Como destacamos anteriormente, os australianos foram colocados sob um dos bloqueios mais autoritários de qualquer grande país desenvolvido. Uma mulher grávida foi presa em sua própria casa por planejar um protesto anti-lockdown no Facebook, enquanto o estado também se deu o poder de apreender as crianças de seus pais e entrar em casa sem um mandado de acordo com as regras do COVID-19.

O diretor de saúde de New South Wales chegou ao ponto de dizer aos australianos que eles não deveriam “se envolver em conversas”, mesmo se estivessem usando máscaras, para reduzir a transmissão de COVID. O parlamentar australiano Frank Pangallo também afirmou recentemente que as pessoas não vacinadas “precisarão ser controladas e restringidas” pelas autoridades.

https://summit.news/2021/07/29/australia-calls-in-military-to-enforce-lockdown/

Os militares estão na rua e a policia vigia a população num verdadeiro cenário distópico próprio de uma pais como a China ou Coreia do Norte.

Ataque no Speakers Corner

O Speakers Corner em Hyde Park e um espaço num parque no centro de Londres em que a liberdade de expressão e protegida pelo parlamento, e um lugar histórico aonde passaram figuras como Karl Marx, Vladimir Lenin ou George Orwell.

https://www.dailymail.co.uk/news/article-9823935/Woman-wearing-Charlie-Hebdo-T-shirt-stabbed-Speakers-Corner-Hyde-Park-police-hunt-man.html

Hatun Tash, uma pregadora cristã de origem turca, que na altura vestia uma tshirt do Charlie Hebdo, foi atacada por um homem com uma faca tendo sofrido lacerações na face.

Hatun Tash (in Charlie Hebdo T-shirt) was treated in hospital after being slashed across the face with a knife at Hyde Park in London in the pouring rain on Sunday afternoon

Este não e o primeiro incidente de no Speaker Corner, em Setembro do ultimo ano tinha sido levada pela policia, para sua própria segurança. Tendo renunciado ao islão e convertido ao cristianismo tornou-se num voz muito critica dos elementos mais radicais islão tendo já sido alvo de represálias por membros mais extremistas dessa comunidade.

Mas o que e mais relevante nesta noticia e como um espaço daquela dimensão histórica parecer ter sido tomado de assalto por extremistas islâmicos, isto com a total complacência quer da polícia quer do governo local.

Podcast: Lotus Eaters

Covid II

Por toda a Europa neste fim de semana houve inúmeras manifestações contra o certificados verdes ou a segregação de cidadãos vacinados e não vacinados, mas mais uma vez, os media viram os olhos.

Paris

Fonte: Telegram

Nápoles

Fonte: Telegram

Alemanha

Enquanto que na Austrália, num cenários distópico o exército foi chamado para controlar os confinamentos.

https://www.dw.com/en/coronavirus-digest-sydney-brings-in-army-to-enforce-lockdown/a-58700101

O autor deste Blog foi vacinado contra o Covid19 e aconselha os seus leitores, particularmente os dos grupos mais vulneráveis, a serem vacinados.

Covid I

Uma questão de perspetiva

Boris Johnson declara o dia de liberdade, ou fim da maioria das restrições relativas ao Covid no dia 20 de Julho e a impresa cai-lhe toda em cima.

E surpreendentemente houve uma descida no numero de casos novos casos diários, apesar desse facto ser ocultado pela maioria dos media.

Mas acontece que em Portugal face a incapacidade da economia suportar a atuais restrições e também o facto das eleições autárquicas estarem próximas, António Costa chuta a Covid para canto de anuncia um dia da liberdade português, tudo com base na ciência.

Como se trata de um primeiro-ministro socialista os jornais foram muito mais tímidos nas duas criticas, pouco se ouviu falar sobre negacionismo ou desresponsabilização, e tal como no UK em Portugal a 4 vaga esta perder gás.

Mas isto não impede os media de suportarem a narrativas que a uma potencial vaga com a variante indiana/delta do Covid e o fim do mundo mesmo com a maioria da população estar vacinada.

https://observador.pt/2021/07/31/a-guerra-mudou-cdc-avisa-que-variante-delta-e-tao-contagiosa-como-a-varicela/

Portanto, ou António Costa é um negacionista genocida ou a crise do Covid e uma narrativa que se pode adaptar a qualquer gosto, talvez o problema seja dos mesmo dos leitores que ainda acreditam na veracidade dos media.

O autor deste Blog foi vacinado contra o Covid19 e aconselha os seus leitores, particularmente os dos grupos mais vulneráveis, a serem vacinados.