Amazónia fumo sem fogo

Depois da histeria colectiva, dos milhões de tweets, do sensacionalismo dos media, da indignação da comunidade internacional, aonde estão os grandes incêndios que estavam a reduzir a Amazónia a cinzas ?

Afinal são queimadas, de terreno desflorestado e não milhares de hectares de floresta virgem que estão a arder tal como acontece em Portugal todos os anos.

Os próprios medias de forma desenvergonhada já começam a reconhecer esse facto:

Estamos a intensificar a fiscalização para passarmos multas e punirmos verbal e financeiramente, avançando também com mandatos de prisão para podermos diminuir as queimadas TSF

Houve uma campanha orquestrada pelos medias e afins para transformar um problema grave, sem dúvida, num cataclisma que visava Bolsonaro e o seu governo, aonde não faltaram falsas declarações e omissões de informação.

Mas vamos ao factos:

Primeiro houve a noticia do organismo brasileiro INPE alterando para um incremento substancial no números de incêndios relativamente a anos anteriores.

The National Institute for Space Research (INPE) has recorded more than 74,000 fires so far this year – an 84 per cent increase on the same period in 2018. It’s the highest number since records began in 2013.GlobalNews

(queimadas em terreno desflorestado fonte NYT)

Porém estes incêndios, na sua maior parte, são relativos a queimadas, o próprio site mostra isso no titulo:

site INPE

Este tipo de actividade é comum nesta altura do ano porventura os agricultores anteciparam as queimadas para o mês de Agosto.

Segundo o artigo do NYT – What Satellite Imagery Tells Us About the Amazon Rain Forest Fires

Parece haver um acrescimento entre Agosto de 2019 e a media de Agosto 2011/2018

Mas se compararmos Agosto 2019 com Setembro ou Outubro de outros anos a diferençara não é tão dramática.

Relativamente ao numero total de incêndios no corrente ano este parece ser mais alto do que anos anos de 2011/18 mas é significativo mais baixo comparativamente a 2003/10.

O que esta a acontecer na Amazónia e grave e Bolsonaro devia repensar a sua politica, mas sem duvida nenhuma houve aqui sensacionalismo e manipulação dos media para fins políticos.