A pouca vergonha nacional

Nos últimos dias tem se assistido a uma verdadeira onda de indignação nas redes sociais, nos medias, a nível politico pela tragédia que está acontecer na Amazonia, muito tweets com fotos de anos passados a mostrar descredito e preocupação pelo futuro daquela parte do planeta.

Se alguma coisa a eleição de Bolsonaro teve de bom foi trazer o tema da Amazonia às luzes da ribalta porque aparentemente nos últimos 16 anos de governo PT esta terá permanecido virgem e imaculada.

(https://www.thesolutionsjournal.com/article/how-brazil-has-dramatically-reduced-tropical-deforestation/)

Curiosamente quando Bush e Al-Gore propuseram interceder junto do governo Brasileiro, na altura presidido por Lula, para salvaguardar o futuro daquele recuso essencial ao planeta não faltaram vozes a gritar “colonialismo” e “ingerência”, as mesmas vozes que hoje aplaudem as palavras de Macron.

(obs esta foto não e da Amazonia)

Em Portugal os medias nacionais vão a reboque, alinhados com a esquerda activista e moralista, não se cansam de expôr a dita politica criminosa de Bolsonaro e responsabilizar o mesmo por esta castastrofe, os mesmo que toleraram Antonio Costa quando em 2017 arderam meio milhão de hectares em Portugal, 0.5% da área total do pais.

Pois, não seria de espantar que nos próximos dias haja uma qualquer manifestação da esquerda dita activista e zelosa pelos interesses do mundo, lutando pelo futuro da Amazonia agora nas garras de tal profano ditador, a mesma esquerda burguesa, elitista, progressista e arrogante de gosta de sinalizar virtudes, ditar sermões e quer resolver os problemas do mundo, mas se esquece de limpar a casa primeiro.

Mas vamos falar de Portugal, mais especificamente de área ardida.

(https://pt.wikipedia.org/wiki/Incêndios_florestais_em_Portugal)

Nos últimos 20 anos arderam em Portugal um total de 3 milhões de hectares (approx), o que representa 32% do território nacional (10 000 000 ha) ou 52% da Amazonia (5 500 000 ha).

(fonte PorData)
area ardida (ha)

Sumariamente, temos uma facção politica e media de que forma hipócrita e cínica se manifesta em relação ao assuntos de outros países e que de forma desavergonhada e imbecil esquecem os problemas dos Portugueses, que acusam Bolsonaro de todos os males, mas esquece o negligencia criminosa dos governantes portugueses. Mais concentrada na defesa de causas e valores, do que se aprestar a olhar para dentro e tentar resolver os problemas dos Portugueses.